Ouvidoria

  • A OUVIDORIA DA CÂMARA DE VEREADORES:
  • A Constituição Federal, em seu artigo 37, determina que a Administração Pública deve obedecer, dentre outros, aos princípios da legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade e eficiência, bem como assegura a participação do cidadão na manutenção de serviços de atendimento ao usuário e a avaliação periódica, externa e interna, da qualidade dos serviços.
  • Uma estrutura de ouvidoria possibilita a análise de críticas e sugestões a respeito dos serviços prestados, constituindo um importante instrumento para a solução de problemas, melhoria de processos e procedimentos.
  • Tipos de manifestação:.
  • 1. Elogio
    Demonstração de apreço, reconhecimento ou satisfação sobre o serviço recebido ou relativo a pessoas que participaram do serviço/atendimento.
  • 2. Denúncia
    Comunicação de irregularidades ocorridas no âmbito da administração pública ou apontamento de exercício negligente ou abusivo dos cargos, empregos e funções, como também infrações disciplinares ou prática de atos de corrupção, ou improbidade administrativa, que venham ferir a ética e a legislação. Devem ser acatadas como suposições até que sejam apuradas.
    Também são denúncias, recebidas por parte das ouvidorias públicas federais, as manifestações relativas a violação de direitos ocorridas mesmo em âmbito privado, como por exemplo, a violência doméstica contra a mulher, a violência contra meninos e meninas, etc.
  • 3. Informação
    3.1 Pedido de informação (Lei de Acesso)
    Trata-se do típico pedido de informação previsto na Lei de Acesso à Informação. O artigo 7o da Lei de Acesso indica situações variadas de aplicação dos pedidos de informação.
  • 3.2 Solicitações diversas
    Manifestação em que o objeto e o sujeito são claramente definidos, também podendo indicar insatisfação e contendo, necessariamente, um requerimento de atendimento ou serviço. Pode se referir também a uma solicitação material ou não (material de divulgação; pedido de reajuste salarial; ou no caso da saúde: pedido de medicamentos, órteses e próteses etc..) ou a outros tipos de pedidos como: visitas do órgão, pedido de audiências.
  • 4. Reclamação
    Manifestação de desagrado ou protesto sobre um serviço prestado, ação ou omissão da administração e/ou do servidor público, considerado ineficiente, ineficaz ou não efetivo. Para efeito de padronização também serão consideradas nessa categoria as críticas – opiniões desfavoráveis, crítica a atos da Administração, de concessionárias de serviço público ou de servidores e etc.
  • 5. Sugestão
    Manifestação que apresenta uma ideia ou proposta para o aprimoramento dos serviços realizados pela Administração Pública, ainda que associada a uma reclamação específica. Contribuem de forma individual ou coletiva para a o aperfeiçoamento da política, norma, padrão, procedimento, decisão, ato de órgão ou entidade do Poder Executivo Federal ou serviço público prestado.


     O OUVIDOR E SEU ASSESSOR:

  • Segundo a Lei Municipal Nº 1.086/2017 de,  23  de outubro de 2017, nos Art. 6º e Paragrafo único, e Art. 9º, o Expediente e o exercício das atividades da Ouvidoria dar-se-ão das seguintes formas, pelas seguintes pessoas:
  • Art. 6º – O Expediente será despachado pelo Vice-presidente da  Câmara Municipal de vereadores que terá em complemento as atribuições regimentais as seguintes incumbência.
  • Parágrafo Único – Em todas as situações o Vice-Presidente e servidor  que exercer atividade na OUVIDORIA deverá observar estritamente o art. 3º nos processos em tramitação, primando pelo sigilo, ética e acesso a informação, após regular procedimento.
  • Art. 9º – Fica criada as atividades junto ao cargo de Assessor Parlamentear, como acréscimos as atividades do cargo, as seguintes:
  • III -formular, digitar , numerar folhas e encaminhar documentos  para dar recebimento e tramitação de reclamação recebida na câmara de vereadores, referente a OUVIDORIA;
  • IV – manter sobre sigilo os processos que cuidem da tramitação do expediente na OUVIDORIA, somente podendo passar informações ao interessado após despacho final da Mesa Diretora.
  • Assim, atribui-se a função de Ouvidor ao Vice-presidente da  Câmara Municipal de vereadores com assessoria direta da Assessora Parlamentear da Câmara.


  • O ATENDIMENTO:
  • * Presencial ou através de Correspondência:
  • Rua Eloi Tatin da Silva, s/nº. Prédio Administrativo da Câmara Municipal de Vereadores, Bairro Centro, CEP: 99457-000 – Jacuizinho – RS.

  • * Por telefone: (55) 3629-1041

  • * Por e-mail: ouvidoria@camarajacuizinho.rs.gov.br

  • * Por Formulário:
  • Utilize o formulário abaixo para entrar em contato conosco. Clique no logo!

 

 

 


  • * O ouvidor:
  • – Vereador Daniela da Silva Moraes
  • – Assessora da Ouvidoria: Lucimara Fuiza Jora


 

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support